Publicado em 16 Feb 2021

Medindo os ruídos provenientes do sistema de transporte aéreo

Redação

Embora as aeronaves tenham se tornado cerca de 75% menos barulhentas nos últimos 30 anos, o volume crescente de tráfego aéreo significa que muitos cidadãos estão expostos a níveis elevados de ruído. A fim de garantir a sustentabilidade da aviação, continuarão a ser necessárias medidas destinadas ao impacto do ruído em vários aeroportos importantes. No entanto, as medidas relacionadas com o ruído restringem não apenas a capacidade aeroportuária de um determinado aeroporto, mas também o sistema de aviação como um todo, através de efeitos indiretos. Portanto, as decisões sobre medidas de ruído e o nível desejado de proteção contra ruído devem ser balanceadas em relação às implicações gerais de capacidade. O ruído é definido como som indesejado e o ruído de aeronaves é o efeito ambiental mais prejudicial da aviação. Pode causar incômodo à comunidade, interromper o sono, afetar adversamente o desempenho acadêmico das crianças e aumentar o risco de doenças cardiovasculares em pessoas que vivem nas proximidades de aeroportos. Em alguns aeroportos, o ruído restringe o crescimento do tráfego aéreo. Assim, deve-se entender para transporte aéreo os descritores sonoros e os procedimentos a serem utilizados nos processos de medição de níveis de pressão sonora; as especificações de desempenho dos instrumentos e sistemas de medição de níveis de pressão sonora; os requisitos de instalação e operação dos instrumentos e sistemas de medição de níveis de pressão sonora; e as orientações para avaliação dos resultados de medições de níveis de pressão sonora.

Da Redação – 

Muitos aeroportos recebem e registram reclamações como parte de seu monitoramento de ruído e esforços de extensão da comunidade. As reclamações parecem ser desencadeadas por eventos incomuns como, por exemplo, mais alto do que o normal; trilha ou altitude incomum da aeronave, e mudanças operacionais ou mudanças no uso da pista ou trilhas de voo.

Os aborrecimentos e as reclamações são fenômenos diferentes, sendo o primeiro uma opinião privada e o último uma ação aberta. Relativamente poucos estudos utilizaram bancos de dados de reclamações para investigar se elas estão relacionadas a aborrecimentos de longo prazo, medidos por meio de pesquisas sociais. Em vez de monitorar o número de chamadores, que pode ser distorcido pelos repetido, essa abordagem deve ser baseada, preferencialmente, no número de reclamantes individuais e no número de questões ou incidentes específicos que causam reclamações.

Existem algumas recomendações para o estabelecimento dos limites de níveis de pressão sonora provenientes do sistema de transporte aéreo. A esp...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica