Publicado em 20 Apr 2021

A igualdade abstrata e a desigualdade concreta

Redação

As transformações produzidas pela Revolução Americana (1776) e pela Revolução Francesa (1789) vieram com um vício de origem. Mesmo que somente no campo formal, a promessa da igualdade entre todos já não se realizava. Neste sentido, o dito popular de que todos são iguais, mas alguns são mais iguais que os outros, comum em nossa terra brasilis, remonta à própria origem do projeto idealizado para romper com o antigo regime, como diziam os franceses.

Edi Aparecido Trindade – 

O século XVIII é, sem sombra de dúvidas, um dos momentos mais significativos na história por representar uma ruptura em praticamente todos os aspectos relativos à organização da sociedade. Tanto no âmbito da vida material, quanto no da vida cultural, conhecemos uma ampla transformação em nosso modo de se relacionar, viver e pensar nossa existência.

A revolução tecnológica, que se intensifica permanentemente, ofereceu a possibilidade de um mundo sem escassez. A revolução política, potencializada pelos anseios de liberdade, ofereceu a possibilidade de um mundo fundado na igualdade entre todos os indivíduos.

Mais de 200 anos depois, é inegável que, para a maioria da população, esses propósitos ainda continuam por se realizar. Indiscutivelmente, os dois principais movimentos naquele século, no aspecto político, foram a Revolução Americana (1776) e a Revolução Francesa (1789). Mais ou menos no mesmo período, a Inglaterra iniciava a I Revolução Industrial. Os efeitos s...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica