Publicado em 04 May 2021

A segurança dos equipamentos em processos de solda e corte a gás

Redação

Na soldagem o gás normalmente utilizado é o acetileno. O segundo elemento é o comburente. No processo de solda e corte, o comburente mais utilizado é o oxigênio. Presente na atmosfera, este gás pode ser fornecido no estado puro em cilindros. Para iniciar uma combustão é necessária uma fonte de ignição. Na soldagem deve ser utilizado um acendedor específico para este fim. Para extinção de uma chama, deve-se eliminar o fluxo de gás combustível. Como o ar atmosférico é composto de 21% de oxigênio, a interrupção do comburente não extinguirá a chama. Os gases utilizados, no processo de solda e corte, são acondicionados em alta pressão em cilindros especialmente desenvolvidos para este fim. Em um cilindro de oxigênio por exemplo, a pressão interna aplicada em cada centímetro quadrado de sua superfície equivale a uma força exercida por um peso de 200 kg. Esta pressão é 200 vezes superior a pressão atmosférica. Alguns manômetros apresentam suas escalas em libras força por polegada quadrada (PSI). Nesta unidade a pressão de um cilindro cheio de oxigênio, seria de aproximadamente 2.800 libras. O acetileno é fornecido em cilindros produzidos pela reação entre água e carboneto de cálcio, conhecida como carbureto. O acetileno é uma substância gasosa composta por carbono e hidrogênio. Quando queimado na presença do oxigênio, produz chama de temperatura mais alta do que qualquer outro gás de uso comercial. Atualmente outros gases combustíveis estão sendo utilizados no processo de solda e corte. As atividades relacionadas aos processos de soldagem apresentam muitos riscos para soldadores. Eles estão constantemente expostos a eletricidade, queimaduras, radiações ionizantes e partículas tóxicas (fumos de solda), que podem ser muito nocivas à saúde. Por isso é imprescindível que todo soldador tenha total ciência dos perigos que a soldagem incorreta pode proporcionar, além de conhecer todos os equipamentos de proteção necessários. Saiba quais são as especificações gerais, requisitos e ensaios de dispositivos de segurança para gases combustíveis e oxigênio ou ar comprimido usados no fluxo à continuação de cilindros ou tubulações, saídas de reguladores, saída de válvulas de tubulações e no fluxo antes de maçaricos para solda, corte e processos afins.

Da Redação – 

Alguns equipamentos usados em soldagem oferecem os riscos ocupacionais associados, como excesso de radiação, choques elétricos, excesso de ruídos e principalmente a exposição à gases e fumos. Os cilindros de gás comprimido diferem amplamente em capacidade, design e código de cores. Na maioria dos países, entretanto, o tamanho padrão desses cilindros é de 6 a 7 m³ e são pintados de preto para oxigênio e marrom para acetileno.

O oxigênio gasoso armazenado em cilindros de aço pode ser mantido dessa maneira quase indefinidamente e pode estar pronto para uso em um instante. É por isso que os cilindros são o meio de armazenamento mais popular de oxigênio gasoso entre os pequenos e médios consumidores de oxigênio.

A parte superior esférica de um cilindro é deixada sem pintura para carimbar os dados da placa de identificação, que geralmente incluem o símbolo do fabricante, número de série do cilindro, peso vazio (chamado de peso da tara), data de fabricação, data para a próxima inspeção, pressão operacional e de teste, capacidade e carimbo do inspetor de qualidade. Devido à alta pressão nos cilindros de aço e...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica