Publicado em 09 Nov 2021

As cinco tendências tecnológicas inevitáveis no setor financeiro

Redação

Ao longo de 2020, o setor financeiro do Brasil confirmou esse cenário: o investimento em tecnologia cresceu 8% por aqui, na casa dos R$ 8,9 bilhões. Mais do que isso: as tecnologias disruptivas ganharam significativa relevância nos investimentos em tecnologia da informação (TI), com a inteligência artificial (IA) sendo prioridade para 93% das instituições, um salto de dez pontos percentuais em apenas 12 meses. Como exemplo concreto, um número impactante: mais de 618 milhões de chamados foram atendidos via chatbot ao longo do ano passado no país.

Felippe Mantteucci Melo – 

Foi quase num estalar de dedos: de repente, a experiência dos clientes com o setor financeiro atingiu um patamar que pouca gente imaginava há alguns anos, quando ainda se aguardava impacientemente na fila de um caixa eletrônico. A relação das pessoas com as instituições bancárias continua evoluindo exponencialmente e, para que isso aconteça, o nível de investimento em tecnologia é volumoso.

Isso é natural, afinal é esse aporte que irá acelerar a digitalização dos serviços e criar novas formas de conexão entre bancos e seus clientes. Ao longo de 2020, o setor financeiro do Brasil confirmou esse cenário: o investimento em tecnologia cresceu 8% por aqui, na casa dos R$ 8,9 bilhões.

Mais do que isso: as tecnologias disruptivas ganharam significativa relevância nos investimentos em tecnologia da informação (TI), com a inteligência artificial (IA) sendo prioridade para 93% das instituições, um salto de dez pontos percentuais em apenas 12 meses. Como exemplo concreto, um número impactante: mais de 618 milhões de chamados foram atendidos via chatbot ao longo do ano passado no país. Os dados são d...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica