Publicado em 04 Jan 2022

Os limites e os procedimentos para a medição de distúrbios de radiofrequência

Redação

Ao se notar os distúrbios elétricos que afetam a energia, deve-se compreender que há uma variedade de causas potenciais. Compreender melhor os distúrbios elétricos podem ajudar a descobrir como resolver os problemas quando eles ocorrem. Existem diferentes tipos de distúrbios elétricos. Um surto é pequeno que dura uma fração de segundo e resulta em um aumento de tensão. Um pico produz um aumento muito grande no nível de tensão. Uma queda de energia é um pouco mais longa do que uma onda e pode durar entre alguns segundos e várias horas. Quando isso acontecer, os níveis de tensão cairão. Um apagão é a interrupção total da energia elétrica. Alguns problemas podem ser causados pelo desligamento de aparelhos resistentes ou curtos-circuitos no sistema elétrico. Picos podem ser causados por raios caindo nas proximidades, bem como linhas de energia derrubadas. Outros distúrbios podem ser causados por reduções nos níveis de tensão pela concessionária que às vezes são feitas propositalmente em resposta a horários de pico de carga. Os apagões podem ocorrer devido a demandas muito altas em redes de energia ou tempestades naturais que ocorrem. Qualquer um desses distúrbios elétricos pode causar danos. Picos podem causar desgaste excessivo dos componentes do equipamento elétrico e podem destruir o equipamento ou causar perda de dados ou outros problemas de processamento. As quedas de energia podem causar perda de dados e também afetar a eficiência dos equipamentos. Os apagões são capazes de causar perda de dados, bem como danos ao disco rígido do computador. Existem coisas que se pode fazer para minimizar qualquer dano causado por distúrbios elétricos. Pode-se conectar os equipamentos elétricos a protetores e supressores de sobretensão para minimizar os danos causados por surtos e picos. Também pode-se instalar um sistema de fonte de alimentação ininterrupta para minimizar os danos que podem advir de quedas de energia e apagões. Por isso, deve-se entender os limites e os procedimentos para a medição de distúrbios de radiofrequência (RF) na faixa entre 150 kHz e 2.500 MHz.

Da Redação – 

Muitas vezes ocorrem flutuações de tensão, luzes piscando e outros distúrbios elétricos, como blackout, etc., e isso pode causar pequenos e/ou grandes danos aos aparelhos e sistemas elétricos. Existem vários tipos de distúrbios elétricos. Um surto é uma condição quando há um aumento repentino no nível de tensão acima do nível designado ou normal. Sob esta condição, os equipamentos de alta tecnologia como computadores, micro-ondas, etc. desligam.

A causa mais comum de um surto é desligar equipamentos pesados como ar-condicionado, motor elétrico, etc., que normalmente consomem grande tensão quando em operação. Desligá-los causa distúrbios no nível de tensão constante no sistema elétrico, causando picos de energia. Outras causas podem ser raios, fiação defeituosa ou fluxo irregular de energia devido a alguma falha nas linhas de energia e transformadores, etc.

Como prevenção, deve-se usar um supressor de surto, regulador de tensão, UPS (fonte de alimentação ininterrupta) em casa. Porém, muitas empresas não entendem completamente todos os vários tipos de distúrbios de energia que podem ameaçar as salas de ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica