Publicado em 21 Jun 2022

A gestão da eficiência energética em instalações elétricas de baixa tensão

Redação

A eficiência da energia elétrica (EEE) é uma abordagem sistêmica para otimizar a utilização da energia elétrica e as medidas de melhoria da eficiência energética levam em conta tanto o consumo em kWh como o preço da tecnologia de geração da eletricidade; e o impacto ambiental. Dessa forma, a gestão da eficiência da energia elétrica é uma abordagem sistêmica para otimizar a eficiência da energia utilizada para realizar um dado serviço, atividade ou função, cuidando dos insumos para atender às necessidades do contratante e dos distribuidores de energia ao preço da energia, à disponibilidade de armazenamento local ou à geração de energia elétrica; A eficiência energética é o uso de menos energia para realizar a mesma tarefa ou produzir o mesmo resultado. Casas e edifícios com eficiência energética usam menos energia para aquecer, resfriar e operar aparelhos e eletrônicos, e as instalações de fabricação com eficiência energética usam menos energia para produzir bens. A eficiência energética é uma das maneiras mais fáceis e econômicas de combater as mudanças climáticas, reduzir os custos de energia para os consumidores e melhorar a competitividade das empresas. Ela também é um componente vital para alcançar emissões líquidas zero de dióxido de carbono por meio da descarbonização. Segundo a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), a maior parte do consumo de energia elétrica nacional é feita pelas indústrias. Então, é indispensável pensar em maneiras de corrigir o consumo e não a produção, mas surge outro problema. Infelizmente a política energética no Brasil enfatiza basicamente a produção de energia renovável, mas não existem leis e normas obrigatórias para instalações elétricas em prédios e residências, então as exigências relacionadas à eficiência energética só se aplicam a poucos equipamentos eletroeletrônicos e tudo isso precisa ser repensado urgentemente. Por isso, é importante compreender o projeto, a execução e a verificação de todos os tipos de instalações elétricas de baixa tensão, incluindo a geração local e o armazenamento de energia para otimizar o uso global eficiente de eletricidade.

Da Redação – 

A eficiência da energia elétrica (EEE) nada mais é do que a forma com que se desempenha alguma tarefa ou atividade utilizando a menor quantidade de energia possível. E quando se fala em menor quantidade de energia, não se está falando em diminuição da qualidade, na verdade é justamente o contrário. Para exemplificar isso, observe a economia quando compramos uma lâmpada de LED, a redução no consumo quando comparada à uma lâmpada incandescente do mesmo nível de iluminação pode chegar à até 80%.

Se a eficiência é fazer o trabalho com a menor quantidade de energia possível, quando apagamos a luz, fechamos a geladeira ou tomamos um banho frio, não estamos sendo eficientes, na verdade, estamos poupando energia elétrica. Por mais que o resultado final seja visto realmente na redução da conta, esta confusão entre os conceitos precisa ser desfeita para que as pessoas possam entender onde precisam melhorar.

Estudos apontam que anualmente cerca de 10% da energia gerada no Brasil é desperdiçada. Em grande parte dos casos, a culpa não é do usuário, mas sim dos aparelhos utilizados. Apesar de o usuário estar aparen...

Artigo atualizado em 21/06/2022 07:21.

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica