Publicado em 26 mar 2020

A Target libera as normas de máscaras de proteção respiratória por R$ 0,01

Redação

A doença provocada pelo coronavírus, oficialmente conhecida como Covid-19, sigla em inglês para coronavirus disease 2019, está causando uma doença respiratória, com casos inicialmente registrados na China e depois em outros países. O quadro pode variar de leve a moderado, semelhante a uma gripe. Alguns casos podem ser mais graves, por exemplo, em pessoas que já possuem outras doenças. Nessas situações, pode ocorrer síndrome respiratória aguda grave e complicações. Em casos extremos, pode levar a óbito. Dessa forma, as máscaras de proteção respiratória servem como filtro para evitar a inalação de substâncias tóxicas, fumaças, poeiras e gases que podem causar agravar os danos à saúde. Para cada atividade e produto químico existe uma recomendação específica, baseada na análise de risco do ambiente e do tempo de exposição. Importante que a escolha do tipo de proteção respiratória a ser utilizada deve ser determinada por uma avaliação de risco criteriosa, devendo levar em consideração a natureza do risco, incluindo as propriedades físicas, deficiência de oxigênio, efeitos fisiológicos sobre o organismo, concentração do material de risco ou nível de radioatividade, limites de exposição estabelecidos para os materiais químicos, concentração no meio ambiente; o (s) agente (s) de risco; o tipo de atividade ou ensaio a ser executado; características e limitações de cada tipo de respirador; o nível mínimo de proteção do equipamento, além de considerar a localização da área de risco em relação às áreas onde haja maior ventilação. Conheça a coletânea de normas de máscaras de proteção respiratória ao preço simbólico de 0,01 real.

Da Redação - 

Os coronavírus (Cov) são uma grande família viral, conhecidos desde meados dos anos 1960, que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Geralmente, infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderada, semelhantes a um resfriado comum. A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem. Os coronavírus comuns que infectam humanos são alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Alguns coronavírus podem causar síndromes respiratórias graves, como a síndrome respiratória aguda grave que ficou conhecida pela sigla SARS da síndrome em inglês Severe Acute Respiratory Syndrome. Os coronavírus humanos comuns causam infecções respiratórias brandas a moderadas de curta duração. Os sintomas podem envolver coriza, tosse, dor de garganta e febre. Esses vírus algumas vezes podem causar infecção das vias respiratórias inferiores, como pneumonia. Esse quadro é mais comum em pessoas com doenças cardiopulmonares, com sistema imunológico comprometido ou em idosos.

A proteção respiratória pelo uso de respiradores pode ser alcançada: purificando o ar ambiente que vai ser inalado; fornecendo ar respirável ou oxigênio respirável, a partir de uma fonte. Os equipamentos de proteção respiratória ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica