Publicado em 01 Jun 2021

A operação para reabastecimento de veículos com hidrogênio gasoso

Redação

O hidrogênio vem se tornando um alvo de estudos para ser o novo vetor energético. O hidrogênio é o elemento mais simples e abundante no universo. Estima-se que este átomo corresponda a 89% dos átomos do universo e a 75% dos átomos da Terra, porém não se encontra em sua forma livre. Está presente em misturas gasosas, ligado a outros elementos, em estados físicos diversificados, compondo principalmente moléculas de água (H2O), minerais, argilas e hidrocarbonetos de combustíveis fósseis, como o carvão, petróleo e o gás natural. É extremamente abundante em oceanos e outras fontes. Atualmente possui diversas aplicações, é renovável, possui alta reatividade, é de fácil transporte (pode ser transportado por meio de gasodutos), possui alto potencial energético (seu poder calorífico, ou seja, a quantidade de energia por unidade de massa liberada na oxidação, é aproximadamente três vezes maior que o de combustíveis derivados de petróleo), é um gás que traz a água como único produto de sua combustão e não gera poluição, deste modo deixa de contribuir com o efeito estufa, podendo ser chamado de combustível limpo. Existem atualmente várias formas de extração do hidrogênio gasoso, como por exemplo: pela reforma a vapor de gás natural, pela gaseificação ou então, pode-se obtê-lo através da eletrólise da água. Pode-se compreender a verificação do projeto, segurança e operação de dispositivos de conexão para reabastecimento de veículos terrestres com hidrogênio gasoso (VTHG).

Da Redação – 

Quanto à eletrólise da água para a obtenção do hidrogênio, pode-se dizer que todos os corpos são formados de moléculas, compostas de diferentes átomos que, para manterem-se unidos, precisam de uma força de atração entre eles. Assim, toda molécula possui uma energia química que mantém os átomos ligados uns aos outros e mantém as moléculas ligadas umas às outras. Por este motivo, algumas substâncias liberam calor quando reagem e se dissociam (oxidação).

A energia da molécula pode ser utilizada com a oxidação ou combustão do composto, que é o que ocorre ao queimarmos lenha, álcool ou petróleo, que contém grandes quantidades de energia. Para que seja possível a dissociar a molécula e liberar sua energia, pode-se realizar o processo de eletrólise que, para produção de hidrogênio de alta pureza, passa uma corrente elétrica contínua através de uma solução alcalina, separando a água entre hidrogênio gasoso (H2) e oxigênio gasoso (O2), onde o oxigênio da reação é geralmente rejeitado, pois o gás de interesse, nesta reação, é o hidrogênio gasoso.

Os eletrolisadores podem ser do tipo tanque (unipolares) ou do ti...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica