Publicado em 23 Nov 2021

O profissional das empresas humanizadas

Redação

A gestão de pessoas é definida como um conjunto de práticas que abrangem os processos de ponta a ponta de aquisição, otimização e retenção de talentos, ao mesmo tempo que fornece suporte contínuo para o negócio e orientação para os funcionários de uma organização. O dossel da gestão de pessoas, um subconjunto fundamental da gestão de recursos humanos, cobre todos os aspectos de como as pessoas trabalham, se comportam, se envolvem e crescem no trabalho. Os sistemas empregados para gerenciar pessoas afetam o funcionamento total da organização e, portanto, precisam ser seguidos como peças de quebra-cabeça individuais dinâmicas, sem perder de vista o quadro geral.

Alaercio Nicoletti Junior – 

No livro Empresas Humanizadas, os autores sinalizam a tendência empresarial de reforço do senso de propósito organizacional e de humanização das relações com os consumidores como fator de competitividade. Num cenário de alta complexidade em que o consumidor e os stakeholders em geral requerem atenção especial à agenda ASG (ambiental, social e governança), às tecnologias como as da transformação digital e aos métodos ágeis, como fatores para geração de valor, aumento de produtividade e qualidade.

O lucro, nesse ambiente, passa a ser uma consequência da gestão adequada das pessoas e dos recursos materiais, vistos como fontes para a geração de riquezas e atendendo aos clientes com uma experiência diferenciada, além de gerar empatia organizacional e fidelização. Nesse contexto, os profissionais devem apresentar novas habilidades (skills), tanto em termos técnicos, ao interagirem de forma natural com as novas tecnologias e com a inovação, quanto com suas competências (soft skills) para relacionamento.

Tecnicamente, os colaboradores de uma organização devem ter a capacidade de priorizar e tra...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica