Publicado em 12 Jul 2022

Como será o data center corporativo do futuro?

Redação

Para garantir o espaço em mercados cada vez mais competitivos, as empresas precisam ganhar agilidade, com acesso rápido a novas tecnologias e serviços. Assim, a TI híbrida é o novo normal. As infraestruturas orientadas aos negócios agora são simplificadas e padronizadas. Os investimentos na capacidade do data center precisam acompanhar o crescimento do negócio. As empresas exigem novos aplicativos para interagir com os clientes, gerenciar cadeias de suprimentos, processar transações e analisar tendências de mercado. Esses aplicativos e os dados devem ser hospedados em instalações seguras e, até hoje, as maiores empresas precisaram de suas próprias instalações para hospedar seus aplicativos e dados mais críticos.

Ricardo Perdigão – 

Os novos modelos de negócios exigem inovadoras infraestruturas e soluções de TI que acompanhem as crescentes demandas e desafios. Novas aplicações demandam mais capacidade de processamento, e datacenters corporativos tradicionais não conseguem atender a essas necessidades, afetando a agilidade e eficiência de processos.

E, também, temos à disposição inovações que levam mais eficiência energética, mais capacidade e mais agilidade que impulsionam a transformação dos data centers, os alinhando às demandas dos negócios. Para o CIO, esse é mais um desafio: identificar as reais demandas do seu negócio para elaborar um projeto de construção ou retrofit do seu data center, avaliando todos os recursos necessários. Para isso, contar com a parceria de uma equipe de IT Consulting contribui para a tomada de decisões mais assertivas. 

Para garantir o espaço em mercados cada vez mais competitivos, as empresas precisam ganhar agilidade, com acesso rápido a novas tecnologias e serviços. Assim, a TI híbrida é o novo normal. As infraestruturas orientadas aos negócios agora são simplificadas e padronizadas.

Artigo atualizado em 12/07/2022 11:41.

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica