Publicado em 08 Sep 2020

Como mitigar os riscos de ataques de hackers ao home office

Redação

A consolidação do home office exigirá a identificação dos riscos e medidas para mitigá-los, e adotar melhores práticas de segurança da informação se tornou uma condição essencial para manter as operações blindadas.

Matheus Jacyntho – 

A adoção do home office pelas empresas como forma de garantir a continuidade de seus negócios em meio à pandemia foi um modelo eficiente e se revelou um caminho sem volta. Porém, a mudança ocorreu rapidamente e muitas organizações não tiveram tempo hábil de avaliar, de forma criteriosa, os riscos de segurança da informação envolvidos no trabalho fora das dependências corporativas.

O resultado desta equação foi o aumento de 330% no número de ataques cibernéticos via acessos remotos no país entre fevereiro e abril deste ano, segundo o levantamento feito pela empresa de segurança Kaspersky. Grandes empresas como Honda, Avon, Raízen, Rumo Logística e Energisa sofreram ataques, uns mais comprometedores, outros menos, mas isso mostrou a vulnerabilidade existente no acesso aos sistemas das empresas sem preparar a segurança da infraestrutura para o trabalho remoto.

Sabendo do problema e entendendo que a consolidação do home office exigirá a identificação desses riscos e medidas para mitigá-los, adotar melhores práticas de segurança da informação se tornou uma condição essencial para manter as operações blindadas. Um dos primeiros passos é garantir a definição da infraestrutura de forma cuidadosa disponibilizando equipamentos corporativos, tais como filtros de tela, sistemas operacionais atualizados e programas antivírus, para os colaboradores que permanecerão remotos.

Além disso, a empresa deve aplicar processos ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica