Publicado em 12 Jul 2022

Será que as parcerias para a inovação são um bom negócio?

Redação

As parcerias para a inovação são desenvolvidas para criar valor para cada parceiro trabalhando em conjunto. Seus benefícios incluem o acesso a conhecimentos, competências, tecnologia e outros ativos intelectuais que não estejam disponíveis na organização e o acesso a recursos de infraestrutura, como laboratórios experimentais e equipamentos, para desenvolver produtos e serviços novos ou melhorados. Dessa forma, uma vez identificada uma oportunidade de inovação, a empresa deve realizar uma análise de lacunas para avaliar a diferença entre as competências, capacidades e ativos existentes na organização e aqueles dos quais necessita. Com base na análise de lacunas, a organização pode decidir se o projeto pode ser conduzido internamente ou por meio de treinamentos, novas contratações e/ou aquisições. Por exemplo, quando a oportunidade não pode ser conduzida satisfatoriamente dentro da organização, deve-se pensar na possibilidade de considerar a seleção de um parceiro. Na maioria dos casos, uma análise de lacunas produz um inventário das ausências de conhecimento tecnológico e organizacional, competências, capacidades e ativos ausentes, que então é usado para identificar e selecionar o (s) parceiro (s) mais adequado (s). Também pode acontecer que, com base nas questões internas e externas, necessidades e expectativas pertinentes, uma organização pode unir forças sem qualquer oportunidade definida para inovação. Pode ter as competências, capacidades e ativos para conduzir sozinha com a iniciativa de inovação, mas ainda assim, prefere a parceria. Por isso, as empresas devem entender as orientações para as parcerias de inovação. A estrutura de parceria para a inovação envolve algumas ferramentas e como decidir pela entrada ou não em uma parceria de inovação, identificar, avaliar e selecionar parceiros, alinhar as percepções de valor e desafios da parceria e gerenciar as interações do parceiro.

Da Redação – 

Com base nas suas questões internas e externas, necessidades e expectativas pertinentes, uma empresa pode unir forças sem qualquer oportunidade definida para inovação. Pode ter as competências, capacidades e ativos para conduzir sozinha com a iniciativa de inovação, mas ainda assim, prefere a parceria.

Outras razões para a parceria podem incluir o compartilhamento dos riscos, incluindo os financeiros, e abordá-los de forma mais eficaz, a empresa deseja obter uma visão mais clara de um ecossistema, como parte do contexto da organização, como, por exemplo, novo mercado, setor, etc.). Além disso, pode querer motivar as pessoas, como, por exemplo, as suas equipes internas e construir unidade, como parte da cultura de liderança e inovação que visa possibilitar a coexistência de criatividade e ações necessárias para identificar e entregar novas soluções que agregam valor.

Pode desejar a aprender a partir de benchmarking e de quaisquer outros meios para monitorar e avaliar a capacidade de inovação e o desempenho da sua organização, reduzir o tempo de comercialização, reforçando o planejamento e os processos ...

Artigo atualizado em 12/07/2022 10:48.

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica